Nós já falamos muitas vezes aqui no blog sobre Inbound Marketing, uma metodologia baseada na jornada do consumidor através do funil de vendas. Conceitos do Marketing sempre sofrem atualizações e nos últimos anos essas mudanças têm sido cada vez mais frequentes.

Em 2018, vimos diversos episódios que mostraram que o cliente precisa estar no centro de qualquer negócio. Com a necessidade de existir mais ações de Marketing voltadas para a experiência do cliente, um novo conceito está se consolidando: O Flywheel Marketing.

 

Afinal, o que é Flywheel Marketing?

O conceito de Flywheel Marketing já é utilizado em outros países desde 2017, mas só agora está ganhando força por aqui. Para facilitar a compreensão, imagine uma roda de carro que no começo precisa de maior esforço para começar a rodar, mas que depois de um tempo pega impulso e consegue se movimentar com maior facilidade, sem demandar muita energia.

Observando essa analogia é possível visualizar com mais clareza como funciona o Flywhell Marketing. Ao iniciar um projeto é necessário muito empenho e dedicação na execução das ações.  Como conclusão, após elas ganharem forma e força, outras ações são postas em prática até que todas passam a funcionar de maneira equilibrada.

Para ilustrar, veja a imagem abaixo:

Flywheel Marketing - Entenda o conceito
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Flywheel Marketing – Entenda o conceito

Ao contrário do conceito de funil de vendas que visa levar o cliente ao momento de compra (Cliente no final do processo), o Flywheel Marketing tem por finalidade a satisfação do cliente (cliente no centro do processo), pois esse é o segredo de um negócio de sucesso.

 

Porque colocar o cliente no centro do processo?

Clientes felizes e satisfeitos se tornam verdadeiros defensores da marca/ou empresa. Em uma época onde tudo acaba sendo visto e compartilhado nas redes sociais, ter pessoas que testemunhem a favor da sua empresa é essencial.

Por essa e outras razões, as empresas têm percebido a importância de agregar valor em suas ações para que o cliente se sinta especial. Segundo JD Sherman, presidente das operações HubSpot, as pessoas estão cada vez mais desconfiadas com relação aos processos de venda e marketing e por isso, o funil de vendas tradicional tem se tornado pouco eficiente.

Para colocar o cliente no centro é preciso dar voz a ele. Em outras palavras, o cliente precisa ser ouvido pelas empresas, seja para elogiar ou para criticar. Além disso, a empresa deve dar o feedback ao cliente em tempo hábil para criar um relacionamento linear. Empresas como Uber, Apple, Nubank e Ifood já são adeptos dessa prática, coletando constantemente a avaliação de seus clientes para melhorar o serviço prestado.

Em recém pesquisa realizada, aponta que até 2020, 86% das empresas já terão aplicado a técnica Flywheel Marketing em seu negócio.

 

Flywheel Marketing X Funil de Vendas

  

 

A função do funil de venda desde o princípio foi transformar usuários em leads, qualificá-los e levá-los até o momento de compra, ou seja, criar negócios. Em contrapartida, o Flywheel Marketing não visa apenas gerar negócios, mas sim em criar relacionamentos. Afinal, a afinidade do cliente com a empresa é que fará o negócio se tornar mais forte e bem-sucedido.

 

Como colocar em prática o Flywheel Marketing?

Antes de começar a por em prática o Flywheel Marketing, você precisa estar ciente de 3 coisas importantes:

  • Esteja disposto a investir mais tempo no seu negócio (Os resultados são alcançados a longo prazo);
  • Deixe a preguiça de lado (Conquistar a atenção e respeito do cliente requer muito esforço e empenho);
  • Invista no seu diferencial (Toda empresa oferece algo que a concorrência não tem. Explore isso!)

Um processo de venda baseado no relacionamento é totalmente diferente do modo tradicional. Ao invés de pedir que o cliente faça algo, como por exemplo,  “compre isso” ou “abra aquilo”, você deve ajudá-lo nas necessidades dele. Em outras palavras, sua empresa deve perguntar “O que eu posso fazer por você?”.

O consumidor atual busca informações sobre produtos e serviços não apenas nos sites e redes sociais das marcas. Hoje, preferencialmente, eles buscam opinião de outros consumidores em sites de avaliações e buscadores. Essa mudança no comportamento aconteceu, porque o cliente criou a necessidade de conhecer a experiência que outros clientes já tiveram com a marca ou empresa.

Para começar o trabalho de Flywheel Markting é necessário seguir os seguintes passos:

 

Trabalhar o posicionamento no Google –

Como a maioria das pessoas já sabem, é necessário estar bem posicionado nos mecanismos de busca para ter uma boa quantidade de visualizações. A otimização do seu site (SEO) é uma das primeiras coisas que você precisa fazer para que o cliente chegue até você.

 

Ofereça conteúdos de qualidade –

As estratégias de Inbound Marketing já estão consolidadas e a maioria das empresas já utilizam a produção de conteúdo como forma de atrair Leads para o site. Entretanto, muitos conteúdos produzidos são irrelevantes e não conseguem criar engajamento. Neste caso, dedique mais tempo na criação das pautas e só publique conteúdos que realmente tenham algo de novo a ser apresentado aos seus visitantes. Lembre-se sempre que menos é mais.

 

Coloque o SAC para funcionar –

Nunca foi tão necessário possuir um serviço de apoio ao cliente como agora. Se sua empresa não presta serviço ao cliente durante ou pós-compra, você está cometendo um grave erro.  Além disso, é preciso ter agilidade, cortesia e clareza nas respostas transmitidas ao seu público. É exatamente nesse momento que começa a ser construído um bom relacionamento com clientes e/ou potenciais clientes.

 

Incentivos e programas de fidelidade –

Muitas empresas já são adeptas a um bom tempo da prática de incentivos para fidelizar o cliente. Programas de fidelidade colaboram para que as pessoas se sintam privilegiadas de alguma maneira por fazerem negócios com a sua empresa, e isso é muito importante. Se a sua empresa ainda não investe nesse tipo de programa, talvez seja a hora de começar a pensar em estratégias nesse sentido para manter os seus clientes conectados a você. Afinal, manter clientes é muito mais módico do que conquistar novos.

 

Gostaram de conhecer esse novo conceito? Compartilhe essa informação com outras pessoas e baixe o Guia Prático com dicas para expandir seu negócio. Basta preencher o formulário abaixo.