A prevenção de perdas no varejo é um conceito muito conhecido entre empreendedores que visam minimizar a queda de lucro na empresa. A partir do momento em que não há equalização nem rotatividade do estoque ou quando não há otimização nos processos, a probabilidade de ruptura no negócio é muito alta, uma vez que esta não apresenta estabilidade necessária para o sucesso.

Pensando nisso, preparamos este post para você. Vamos falar de como garantir o lucro com a prevenção de perdas no varejo. Assim, você poderá aplicar estas dicas no seu negócio e aumentar bastante seu sucesso!

A relação entre prevenção de perdas e lucro

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que o lucro está diretamente relacionado à prevenção e controle das perdas, mesmo que, à primeira vista, pareçam distantes. Afinal, se houver aumento das perdas, haverá certamente a diminuição do lucro enquanto num cenário contrário haverá exatamente o inverso. Logo, um planejamento eficiente e uma maior integração entre o gestor e sua equipe, evitará assim que a relação existente entre esses dois aspectos sejam prejudiciais à organização.

1. Organize seu estoque

Um estoque organizado, traz facilidades para o gerenciamento das mercadorias, na identificação de eventuais faltas , excessos ou mesmo de produtos danificados. Possibilitando assim, uma maior agilidade da gestão dos estoques que influenciarão certamente na liquidez da operação

Para se alcançar altos níveis de organização, recomenda-se que além da organização física do estoque, utilize-se também de um programa de gestão de estoques, que lhe ajudará no monitoramento e gerenciamento das mercadorias.

2. Monitore as mercadorias

Pode ser até parecido com a dica de cima, entretanto essa segunda dica tem a ver com o melhor controle do giro das mercadorias. Dessa forma, você poderá saber quais produtos apresentam maior rotatividade (e se preparar para investir mais no nicho) e quais estão parados no estoque (agindo em relação a isso, seja por meio de liquidações ou troca de fornecedores), podendo criar desta forma, ações distintas para o escoamento das mercadorias.

3. Atualize o inventário

Nos dias atuais é fundamental manter o estoque atualizado e aferido. Desta forma, o gestor terá em mãos uma poderosa ferramenta de gestão do negócio, podendo assim melhorar sua compra e até mesmo a sua venda, através de análises fidedignas sobre o giro das mercadorias diminuindo assim a possibilidade de perdas ou mesmo ruptura das vendas.

4. Utilize tecnologias de segurança

Investir em tecnologia é fundamental para a diminuição das perdas no varejo. A instalação de câmeras de monitoramento, antenas de antifurto, tags de segurança e proteção eletrônica em cada produto de alto valor agregado, por exemplo, ajudam a aumentar a eficiência de controle da loja propiciando assim a diminuição das perdas com o eventual aumento da lucratividade da operação

Os coletores de dados, são ferramentas tecnológicas indispensáveis para a obtenção de bons resultados nos inventários de produtos. Sua utilização agiliza o processo de inventário, bem como, aumenta a acurácia dos estoques graças a automação da coleta dos dados, evitando assim erros oriundos da contagem manual.

5. Capacite os profissionais

A cada dia torna-se fundamental e indispensável a maior capacitação das equipes das lojas. O êxito na execução dos processos, sejam eles ligados a venda ou mesmo gerenciamento das mercadorias, estão intimamente ligados a qualidade de sua equipe. Sendo assim, caso sua equipe não esteja devidamente treinada, certamente seus resultados serão reflexo deste quadro. Por outro lado, quando, você tem uma equipe treinada, motivada e bem monitorada, seus resultados aparecem mantendo assim seu negócio lucrativo.

6. Não confine os produtos

Você pode achar estranho, porém é comum algumas empresas confinarem produtos longe da visão dos clientes, em caixas e sem etiquetas de identificação. Esse procedimento deve ser evitado ao máximo. Exponha, identifique os itens, utilize protetores e etiquetas para organizar melhor seus produtos e lembre-se… produtos que não está exposto jamais venderão.

7. Permita o teste de produtos

Num mercado cada vez mais competitivo, a diferenciação do atendimento em relação a concorrência, poderá ajuda-lo a vender mais. Sendo assim, sempre que possível, permita que seus produtos sejam testados (test drive). Sem dúvida alguma esta iniciativa lhe trará maior autoridade e confiança por parte de seus clientes.

Uma loja de eletroeletrônicos, por exemplo, deveria permitir o teste dos produtos. Dessa forma, seus clientes poderão experimentar e verificar se atendem ou não às suas necessidades. Deixe que explorem todos os recursos dos dispositivos e os ajude a escolher o melhor item!

Com estas 7 dicas, você consegue realizar a prevenção de perdas no varejo de forma eficiente.

Gostou do post? Foi útil? Então, siga a gente nas nossas redes sociais – Facebook e LinkedIn – para saber mais sobre o assunto!