Ter uma marca que agregue valor a seus consumidores é um objetivo para qualquer gestor no mercado atual. Porém, consolidar uma imagem positiva da empresa para os próprios funcionários também é fundamental para o alcance de metas. Afinal, com colaboradores mais engajados e satisfeitos com o ambiente de trabalho, haverá um comprometimento natural com os objetivos organizacionais.

Para atingir bons resultados financeiros, o sucesso de um negócio no mercado atual está atrelado ao respeito e ao prestígio com o público externo e à valorização dos colaboradores . A condução de estratégias que evidenciem esta valorização deve ser feita com a adoção de práticas de marketing interno.

No varejo, essas ações contribuem para que os colaboradores entreguem o melhor serviço possível tornando a empresa mais rentável em conseqüência destas ações.

A importância do marketing interno

O marketing interno, também conhecido como endomarketing, trabalha a percepção dos colaboradores sobre a empresa e como cada um exerce um papel importante para os seus objetivos. Assim, são promovidas ações para ampliar a satisfação dos colaboradores, criar identificação com os valores da empresa e manter o público interno empenhado nas suas atividades diárias.

O investimento no relacionamento entre a organização e seus colaboradores contribui para melhorar a comunicação interna, reduzir conflitos entre setores da empresa e eleva o comprometimento de gestores e funcionários com o bom atendimento ao cliente.

Embora seja nomeado marketing interno, esse conceito está atrelado também a ações do departamento de recursos humanos. Em conjunto com o setor de marketing, o RH deve estar atento às necessidades dos colaboradores, desenvolver medidas para contornar eventuais insatisfações com o ambiente de trabalho e administrar uma percepção positiva do público interno sobre a organização.

As ações nesse sentido envolvem a capacitação dos colaboradores, a troca de experiências entre eles, a valorização do desempenho individual e da equipe.

Diante do contato diário com os processos da empresa, os colaboradores exercem importante papel na divulgação de informações positivas a respeito da marca. Assim, eles poderão influenciar familiares e amigos a também se tornarem consumidores da sua empresa. Consequentemente, com o aumento do público, há crescimento das vendas.

Nem todas as empresas aplicam ações de marketing interno, mas aquelas que têm atenção a essas práticas se destacam em seus mercados e ampliam a capacidade de atrair bons funcionários e retê-los.

As estratégias de marketing interno para o varejo

O primeiro passo para o desenvolvimento do marketing interno é a escolha da informação que será divulgada. Nesse sentido, é recomendável que haja alinhamento entre objetivos da empresa e interesses dos colaboradores . As metas estabelecidas e as ações que serão feitas para alcançá-las podem dividir espaço com novidades sobre plano de carreira e benefícios.

Além de oferecer informações, é necessário escolher como transmiti-las. As estratégias eficientes de marketing interno envolvem todos os níveis da empresa. As ações têm de atingir diretores, gestores e funcionários dos diferentes setores. Devem ser utilizados diferentes canais de comunicação, para que as informações sejam recebidas com clareza e com eficiência.

Os canais utilizados para atingir os colaboradores da loja podem ser materiais impressos, fixados nos locais por onde esses colaboradores transitam, como refeitórios e vestiários. Já os boletins informativos, conhecidos como newslettters, são boa alternativa para o pessoal administrativo. As revistas, por sua vez, ajudam na propagação de informações para toda a empresa. Se houver recursos, a organização pode recorrer ainda à criação de programas de rádio e de TV.

Antes mesmo de definir quais canais utilizar, é importante que seja feito um diagnóstico das necessidades dos colaboradores, entender com quem a empresa está falando. Afinal, funcionários de diferentes idades e níveis de escolaridade serão atingidos de formas distintas.

Os benefícios do marketing interno

O marketing interno é uma das formas mais eficazes de retenção de profissionais qualificados e atração de mais talentos para a empresa. Com funcionários mais motivados no ambiente de trabalho, há aumento de rendimento e de produtividade. Acompanhe a seguir, como essas práticas impactam positivamente na empresa e colaboram para o aumento de receitas.

Diminuição da taxa de rotatividade e atração de profissionais mais qualificados

Uma vez que a empresa proporciona um bom ambiente de trabalho e é capaz de manter colaboradores satisfeitos, a possibilidade de perder bons profissionais para concorrentes é reduzida drasticamente. Com a diminuição da taxa de rotatividade, há redução de gastos trabalhistas. Cada saída de funcionário gera um custo para a empresa, com o pagamento de benefícios e verbas indenizatórias, o que pode ser evitado com práticas de marketing interno.

Da mesma forma que amplia a capacidade de retenção de profissionais, a organização será capaz de atrair novos talentos ao ser identificada no mercado como um bom local para trabalhar.

Construção de uma imagem positiva e aumento do engajamento com objetivos

Um dos principais benefícios ao adotar ações de marketing interno é a identificação gerada entre empresa e funcionário. Ao ter a percepção de que há uma preocupação com seu bem-estar, o colaborador passa a ver como seu trabalho é importante para o crescimento da organização e se sente orgulhoso em ter comprometimento com as metas que forem estipuladas.

Melhoria na comunicação interna e fluxo de informações

A divulgação de informações sobre a empresa e sobre os processos internos afeta positivamente a forma como profissionais de diferentes setores se comunicam. Com o alinhamento do que deve ser feito para alcançar os objetivos da organização, há a diminuição de conflitos entre as diversas áreas da empresa.

Com o marketing interno, é criada uma relação de confiança e de integração entre equipes. Os profissionais se sentem mais abertos para compartilhar informações e sugerir ideias para a melhoria no fluxo de trabalho.

Aumento de vendas

Paralelamente ao aumento da motivação, o marketing interno amplia a produtividade dos funcionários. Quando se sentem acolhidos pela empresa e têm mais comprometimento com as tarefas que executam, todos os colaboradores influenciam diretamente nas vendas realizadas.

Para potencializar a capacidade de vendas, a empresa deve utilizar o marketing interno para oferecer informações que orientem seus colaboradores a realizarem o seu trabalho da melhor forma. Essa orientação deve envolver: clareza sobre o processo de vendas, acompanhamento da equipe, mensuração de resultados e a criação de processos concisos.

Outro importante fator para o aumento das vendas é a transformação dos funcionários em defensores de sua empresa. Ao propagarem informações positivas para familiares e amigos, eles contribuem para o aumento do número de consumidores.

Os exemplos de como varejistas utilizam o marketing interno

Conhecida no mercado varejista como uma empresa que proporciona bom ambiente de trabalho, a Magazine Luiza foi a sexta colocada no ranking de Melhores Empresas para Trabalhar, da Revista Você S/A, em 2016, na categoria varejo. Para atingir esse posto, a organização procura pessoas que queiram crescer juntas com seus objetivos. Na criação de novos cargos, é dada preferência para alguém que já trabalha na empresa.

Para não ter de recrutar novos funcionários, a Magazine Luiza valoriza a capacitação de seus colaboradores. Anualmente, são oferecidas bolsas de estudo para quem deseja fazer pós-graduação, cursos técnicos ou profissionalizantes e de idiomas.

Quem também investe em capacitação de funcionários é a Gazin, primeira colocada entre varejistas na relação de Melhores Empresas para Trabalhar em 2016. Segundo a própria empresa, mais de 300 bolsas de estudos foram oferecidas para colaboradores em 2015, em um investimento superior a R$ 750 mil.

A Gazin ainda oferece carrinho de bebê e creches para filhos de seus funcionários. Em sua matriz, em Douradina (PR), a empresa disponibiliza consultório médico, assistência odontológica e atendimento psicológico. Para o acompanhamento médico de dependentes, há abono de faltas.

Já um bom exemplo de empresa estrangeira que aplica o marketing interno é a norte-americana Best Buy, que oferece venda virtual de produtos eletrônicos. Para diminuir a taxa de rotatividade, que se aproximava de 60%, foi criada uma rede social interna. Com um canal informativo e motivacional, a rede atingiu o grande volume de jovens entre seus funcionários e aumentou a troca de experiências, de dicas de negócios e de resolução de pequenos problemas.

Esses são apenas alguns exemplos de ações de marketing interno que ajudaram as empresas a consolidarem imagens positivas para funcionários e gestores. Ao adotar essas práticas, as organizações proporcionam melhores ambientes de trabalho e aumentam a motivação dos funcionários em cumprir metas.

O alcance dos objetivos de uma organização está atrelado ao comportamento dos gestores diante de suas equipes. Saiba qual é o perfil ideal de um líder no varejo!