Uma das fortes tendências para fortalecer as vendas na web é a inserção da loja virtual no Facebook. Para quem não sabe, esse recurso surgiu a alguns anos, mas só agora está ganhando mais forças, principalmente pela sua integração com o Instagram, a plataforma que mais tem crescido nos últimos tempos.

Apesar de muitas pessoas serem um pouco reticentes com relação a loja virtual do Facebook, por conta dos seus poucos recursos. Apesar disso, a plataforma tem ganhado cada vez mais espaço por se tornar uma forma atraente de aumentar os acessos dos sites estilo e-commerce.

Pensando desta forma, separamos algumas dicas para você montar sua loja virtual no Facebook e aprender como faze-lá cair nas graças do público.

Tipos de loja para o Facebook

Para criar uma loja virtual no Facebook, primeiramente você deve ter uma conta na plataforma e ter uma página comercial vinculada a ela. Se você já possui uma página da sua empresa, será apenas necessário habilitar a função “loja” nas configurações gerais da sua página.

Basicamente, existem 4 tipos de  caminhos para a criação de uma loja virtual nessa rede social. São elas:

  • Criação de uma plataforma de f-commerce própria;
  • Criação da loja virtual através de um aplicativo;
  • Usar a própria plataforma de e-commerce para vender no Facebook;
  • Usar o modelo de loja virtual oferecido pelo próprio Facebook.

Veja quais as características de cada uma delas logo abaixo.

Plataforma de F-commerce própria

A primeira opção é a solução mais complicada por envolver muita programação e manutenção constante. Na maioria das vezes essa solução é adotada por grandes operações de e-commerce como a americanas.com, por exemplo. Essa opção só é válida para empresas que possuam uma grande operação.

Aplicativos para criação de lojas no Facebook

A segunda opção é utilizar um aplicativo pronto, como a Likestore, o que é para quem está começando.  Neste caso, a empresa desenvolve um aplicativo próprio com um ambiente para a sua loja. Por meio deste aplicativo, cria-se uma loja virtual no Facebook e funciona como uma loja virtual convencional, só que exclusiva do ambiente no Facebook.

A desvantagem do aplicativo de lojas virtuais no Facebook é justamente o da terceirização da TI. O Facebook muda seus protocolos sempre e por isso, será necessário manter uma equipe de plantão para esse tipo de serviço emergencial. Isso significa mais custos para a operação e redução das margens de lucro.

O problema com essa opção é o custo. Na maioria dos casos você irá pagar um valor fixo pelo uso da plataforma e também um percentual sobre as vendas realizadas através do aplicativo.

Loja no Facebook integrada a sua plataforma de e-commerce

A terceira opção para quem deseja ter uma loja virtual no Facebook é criá-la através da sua própria plataforma de e-commerce. Muitos sistemas de lojas virtuais já vêm com esse recurso. A grande vantagem neste caso é que você poderá gerenciar todas as vendas em um só lugar.

Loja virtual oferecida pelo próprio Facebook

A última maneira de montar uma loja virtual no Facebook é utilizando a própria plataforma de e-commerce oferecida por ele. Como citamos acima, se você já possui uma página, poderá ativar a função Loja em seu painel de configurações e montar a sua loja integrada à sua página.

Como criar uma loja no Facebook

Na página de configurações, selecione a seção “Modelos e guias” e adicione a guia loja na sua página.

Após habilitar sua loja, clique no ícone correspondente a ela na página do seu perfil e clique em “adicionar produtos”. À partir dai, você pode começar a cadastrar os seus produtos, adicionando  fotos, vídeos, nome, preço, descrição e a url do produto na sua loja virtual para finalização da compra.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Como a loja virtual no Facebook aumenta o tráfego no meu site?

Depois de montar sua loja da maneira que melhor lhe atender, fica muito mais fácil de criar campanhas nas redes sociais, adicionando um ou vários produtos em um mesmo post e impulsioná-lo. Você pode criar configurações personalizadas que levarão seus clientes direto para o seu site após o clique no anúncio.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Desta forma é possível compreender que uma ferramenta não briga com a outra. Ao utilizar a loja virtual do Facebook da maneira correta, torna muito maior o número de alcance dos produtos que estão sendo comercializados em seu site, elevando assim o número de acessos.

Com os seus produtos disponíveis nessa rede social há uma maior possibilidade de interação já que os usuários podem compartilhar com outras pessoas e assim alcançar novos potenciais clientes. E o melhor! Tudo isso de forma gratuita, sem pesar no seu orçamento.

Outro ponto positivo de manter uma loja virtual no Facebook é conseguir fazer a mensuração dos seus resultados de maneira prática. O usuário consegue acompanhar quantas visualizações e mensagens cada produto recebeu, além de poder acompanhar a quantidade de vendas dos produtos. Assim, é possível avaliar quais são os produtos mais vendidos e criar estratégias para aumentar suas vendas.

Integração da plataforma com o Instagram

O instagram é uma rede social conhecida por seu alto poder de divulgação de imagens, o que atrai a atenção de muitos produtores de conteúdo e patrocinadores. Não é à toa que essa rede social tem se tornado uma das mais utilizadas da atualidade, perdendo apenas para o WhatsApp.

Muitos investidores têm percebido a capacidade de alcance que essa plataforma possui e como isso poder gerar mais vendas para as empresas.

Para aproveitar essa oportunidade de criações de negócio, o Instagram criou recentemente a opção de vendas pela plataforma, o “Instagram Shop”. Tudo isso graças a sua integração com a loja virtual no Facebook.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Como começar?

Para começar a vender é necessário ter um perfil comercial no Instagram. Para fazer a mudança da conta pessoal para comercial, basta fazer a alterações no menu de configurações da plataforma.

Imagem relacionada
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Depois de tudo configurado, volte nas configurações e clique no link “empresa”  e depois em “Cadastre-se para compras”. À partir daí é importante que você siga alguns passos que a plataforma te exige para que haja a integração entre a página do Facebook com o perfil do Instagram.

Depois de fazer tudo, será enviada uma solicitação para a plataforma aprovar a sua loja. Geralmente, o prazo é de 72 horas, mas provavelmente antes disso a resposta chegue.

Quando o recurso for liberado no seu perfil, você receberá uma notificação no Instagram. Basta clicar em começar e seguir os passos lendo e aceitando os termos do vendedor, que são as políticas do Instagram para esse recurso.

Depois de tudo certo, você poderá marcar nas suas postagens os links dos produtos da sua loja no Facebook. É importante lembrar que é preciso ter pelo menos 9 publicações no perfil do Instagram para poder validar a conta comercial.

Agora é só caprichar nas fotos para encantar seus seguidores e conseguir mais engajamento, que não se reduz a curtidas e comentários, mas também nos cliques.

Essas informações te ajudaram a entender um pouco mais das vendas pelas as redes sociais? Então compartilhe com outras pessoas.

Conheça também a Pirâmide de Chet Holmes